Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

A vida é tão séria, e duvidosa, quanto uma faca cega.

Por Gilvaldo Quinzeiro

No grande espelho da existência, não é o belo ou feio que se contempla, mas o conhecer-se no meio de tantas faces. Portanto, sejam quais forem as duvidas, não brinquem de si mesmo, meus filhos!
O suicídio é uma necessidade desesperadora de si mesmo! E não é, pois, com uma faca encravada no punho que esta ausência irá se dissipar.
Lembre-se que por mais que seja dilaceradora a sua angústia, o aprender sobre si mesmo é única porta de saída para quaisquer que sejam as dúvidas!
Por fim, ufa!, se seu maior problema é o medo, não se esqueça que  o bicho que perigosamente corre atrás da gente, somos nós mesmos!

Últimas postagens

Diga-me sobre os seus ‘ouvidos’, e entenderei tudo sobre a sua alma

No Divã: este Brasil que tanto inspirou Nelson Rodrigues

Um diálogo a respeito da vida

Puta, primo, essa é a sua Mãe?

As 'ranhuras' do mundo

Eu quem, meu cavalo?

"Ave Maria das Pedras"

O ser é?

Nós em nossa ‘carne viva’: Baroom! Baruuum!

O espelho: é tudo!