Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Um drible aos aplausos, e mais atenção ao jogo!

Por Gilvaldo Quinzeiro
Assim como um bom jogador não deve abusar dos dribles, posto que seria facilitar   uma dura marcação do time  adversário, e por conseguinte, matar o avanço da sua equipe,    o verdadeiro vencedor não deve prender-se aos aplausos á sua conquista de agora,  pois, agindo assim é  perder o foco na batalha do dia seguinte.
A vida é o grande jogo, no qual, as jogadas de efeitos são dispensáveis. Vale mais a concentração na partida, embora, estando no “banco de reserva”, e entrar para decidir a disputa no instante final.
Entre um gol perdido, e as vaias inconformadas da torcida, manter a cabeça no lugar é mais importante do que fazer parte a vida inteira do “time campeão das lamentações”.  Deixe “o arbitro do tempo” decidir a respeito dos lances perdidos. Afinal,  jogo agora já é outro, não?
Por fim, embora, a bola em jogo atraia a atenção de todos, o bom jogador também precisa se antecipar a jogada na qual o adversário poderá lhe fazer com apenas um “jogo de cintura”.
No …

Últimas postagens

As poucas ‘cordas’ da nossa subjetividade?

O caboclo, e suas sofisticadas abstrações.

Um aviso aos marinheiros!

A “água e o vinho” da nossa juventude

As velhas raposas a cuidarem do galinheiro!

As lembranças, a cabana e a solidão.

Perdemos o controle dos esfíncteres?

Uma ranhura nos tempos e nos templos. Meu Deus?!

A prevalência do ridículo!

Há coisas que são. Outras que vão...