Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Na Era da superficialidade: o que pescar?

Que me perdoem os canalhas, mas os sapos são mais bonitos!

A coisa, a palavra e o feitiço

Seja homem ou seja pedra, primo?

Como esquecer da moça, se (a moça) é ele?

O feio é não plantar o belo!

Bom dia, a todos!

Enfim, às favas e as bundas. Precisamos capturar a vergonha!

Foi bonita a abertura dos jogos olímpicos Rio 2016!

A mecânica do tempo, e o ‘elástico’ esticado. Um olhar sobre os nossos dias