Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

O imagético e a contemporaneidade

Por Gilvaldo Quinzeiro

Que imagem rasga mais do que aquela em que nos percebemos em “carne crua”?
Os moradores da cidade de Castelo do Piauí sentiram na própria pele o que “o dedo” humano pode provocar, quando colocado em nossas feridas. Estou me referindo ao caso das quatro adolescentes, que foram brutalmente violentadas sexualmente na semana passada por, salvo engano, três adolescentes e um adulto. Um crime que revoltou a população local!
Pois bem, que imagem é mais chocante: a dos corpos em “carne viva” – matéria-prima das nossas dores – ou das imagens de pessoas “sãs”, mas se comportando como urubu ao se estraçalharem por uma foto daquele corpo, que também poderia ser o seu?
Aqui em Caxias, no acidente automobilístico da última sexta-feira (29), que vitimou duas estudantes universitárias – quem não se “rasgou” para tirarou compartilhar a foto do sangue que antes poderia ainda estar nas suas veias?
O tema das imagens tem sido falado por mim com recorrência. Isso porque esta é uma ques…

O poder é bom, mas... Têm outros quinhentos

Por Gilvaldo Quinzeiro



O poder é bom, mas se exaure com o tempo. O dinheiro é a alavanca para quase tudo, mas se desvaloriza conforme os novos interesses. A fama abre as mais diferentes portas, mas, não aquelas mais acolhedoras... Enfim não há ostentação que não se ofusque aos primeiros raios do sol – estes sim merecem mais do que aplausos, pois, sem qualquer alarde impõe respeito!
O anunciado acima abre uma reflexão acerca da busca do poder a qualquer custo. Ao longo desse texto, vamos chamar atenção para o perigoso mundo da fama e da ostentação – a febre do momento!
Pois bem, nestes últimos tempos temos assistido uma avalanche de noticias sobre escândalos na nossa política, envolvendo os chamados ‘medalhões’. Cito comoexemplo, José Dirceu e José Genuíno, dois ‘josés’ membros do até então mais ético dos partidos políticos – o PT – ambos inspiradores para toda a militância jovem.
O que terá acontecido com estes dois grandes expoentes da nossa política, ao se verem no poder? Como será que…

A violência e os 'novos deuses' ou o parto dos dinossauros?

Por Gilvaldo Quinzeiro


Nestes dias, eu tenho tido enjoopor ver tantas imagens da violência crua, que toma conta das nossas ruas. Meninos que mal escrevem o ó, decidem como se fossem ‘deuses’ acerca de quem vai perder a vida amanhã! Ou seja, as nossas vidas não passam de meras ‘carnes frescas’ nas mãos de assassinos ainda ‘meninos’ – os neodeuses?
Ora, somente os deuses têm a prerrogativa de tirar a vida friamente de quem quer que seja – não é o mesmo que acontece no que diz respeito ao poder dos bandidos, sobretudo quando estes estão com uma arma em punho? O que temos feito no dia a dia, senão se ajoelhar implorando a um bandido pela proteção da nossa vida?
O mundo está grávido de uma coisa, que se agiganta visceralmente - disso não há dúvida – ésó auscultaras nossas dores e contrações para constatar que entramos em trabalho de parto. A questão é quando a cloaca se abrir – que ‘bicho’ enfim nascerá?
A peleja é intestinalentre o homem e suas imagens – uma espécie de volta ao ‘mito da cave…

SÉRIE SOBRE O AMOR

A física quântica Por Gilvaldo Quinzeiro



Cuidado: um ‘corpo’ pode não estar inteiramente sozinho, e como peixe que morre pela boca, o seu poderá ser pescado em águas aparentemente paradas!
Às vezes quem se agiganta para nos amar, odiamos, e, a quem deveríamos só odiar, amamos em carne viva!
Lembre-se: o cérebro é dividido, o coração, idem. A terra também, e olhe lá – o universo inteiro!
Se fôssemos olhar o mundo á luz da física quântica, não perceberíamos a escuridão, senão aquela que nos cega para dentro de nós.
Do ponto de vista da física quântica, não há vazio. Logo, ninguém  é tampa de  ninguém!

Oba!
Acalme-se, pois, ninguém ama para tornar-se ‘dono’ do outro. E o máximo que se consegue neste intuito é: alimentar as ‘esporas’ do  cavalo, que nos apressamos a ser!

SÉRIE SOBRE O AMOR

SÉRIE SOBRE O AMOR

SÉRIE SOBRE O AMOR

SÉRIE SOBRE O AMOR