Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Arrumando as trempes

Fartura de fome

A vida é o que nos arranca para viver!

O Afeganistão é aqui?

O paradoxo do tempo, previsão de liberdade?

Pelo riso de quem nos faz graça!

A política e a curvatura do espelho

O tempo, a corda e o balde

O que abunda e desagrada-me!

As pontas que apontam a educação!

O amor da mata

Pé(daço) de mim

Com quantas pedras se cria a eternidade?