Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Dando milho as galinhas

Uma forma de dizer que a vida vale a pena!

Pois é mundo...

Diga espelho meu que face agora me ocupa?

Para não dizer que não falei da fome dos bichos

A fome que se renova nas nossas áfricas que sustentam o mundo

A violência é como nós: de máscaras!

Qual o sexo da violência ou qual a violência do sexo?

A soma das varas

Pra onde foram àquelas bolas todas perdidas?

Haja fé e olhos arregalados

Tempo de gols perdidos

Bebês fritos

Imagine-se num canto de Caxias

Bocas e salivas

Uma reflexão política sobre a não política dos espaços

Um tiro filosofal na violência que nos coça!

Amores carnívoros e os abutres famintos!

Uma reflexão para as faces

Alavancam as coisas que nos contorcem!

Salve os que se salvarem!!

A dor como resposta ao corpo que nos questiona

Cegamente em forma: informe-se ou perderá os olhos pra sempre!

A Princesa, os poetas e os sapos

Caxias tem cura?