O andar sobre as águas...




Por Gilvaldo Quinzeiro

 

“O segredo de andar sobre as águas”, se há algum segredo, é se fazer de ponte, quando as travessias não forem  possíveis  à passos comuns. Ou seja, é se afundar em si mesmo, no mais profundo de si. Ora, esta reinvenção de si mesmo implica em sobreviver a “curvatura do espelho”!

O mar que nos afoga é também o mar que nos transforma! Quem de mim me espera lá do outro lado, certamente  sobreviveu a todas as tormentas.

O segredo das árvores, a despeito das tempestades, é não se ‘desarvorizar’!

Uma pena, pois, passarmos toda uma vida atolada na pressa, que nos desfaz ao mais leve sopro das brisas!

Comentários

Postagens mais visitadas