Os seios das coisas

Gilvaldo Quinzeiro





Todas as coisas têm “seios”. Ai de nós se não os criássemos em tudo que também pode nos morder!...Porém, aqueles que verdadeiramente nos sustentam, há muito tempo já secaram...


Contudo, a dieta que nos supre da falta de “seios”, consiste no prato de nos fazer “ser” para além do que apenas nos vicia.


Pobres dos que ainda não se “desmamaram”! Estes, famintos de “tudo” se apegam a quaisquer seios. E por estes são abocanhados!...

Comentários

Postagens mais visitadas