Quem de mim aceita um café, enquanto a outra parte dança tango?


Gilvaldo Quinzeiro



As vezes não passamos de “uma sala de visita”,onde as partes mais estranhas de nós se reunem para conversar. A questão é decifrar “os hieroglifos” em que cada parte se transformou. Ora, isso não nos impede de tomar café juntos. Alias, o ato de degustar é a soma de quantas partes divididas?

Pois bem, enquanto eu não me conheço, faço de mim a melhor companhia. Sabe lá quantos de mim não vou mais encontrar?

Então, que tal dançar um tango argentino enquanto a outra parte de mim decide se quer café?

Quem de você vai dançar?

Seja quem for, já estou deveras degustando!

Bom dia, meus outros de mim!

Comentários

Postagens mais visitadas