SÉRIE SOBRE O AMOR



A saudade

Por Gilvaldo Quinzeiro

 
"Velho guitarrista cego" (Pablo Picasso)

Ah que saudade!

Saudade  das noites de luar, das praças e dos jardins!

Quem nunca cantarolou uma velha canção de amor de olhos fixos na porta da rua à espera do seu grande amor?

Saudades dos amores ligeiros, como os da infância!... Saudades dos fortes cheiros de perfume  para disfarçar dos   outros odores!

Ah que saudade!

Como um  violeiro cego, os velhos  amores seguem suas canções e estradas de chão...

Alguém tem pena de mim?




Comentários

Postagens mais visitadas