A antropologia feminina: parabéns mulheres!


Por Gilvaldo Quinzeiro


A mulher é uma escrita em um pergaminho sem ainda a devida tradução:  enigma e arquétipo que até aos deuses intriga!

Da Mesopotâmia aos dias de hoje, não se fez império sem a prevalência da engenhosidade feminina a despeito de muitas vezes se impor a ela a lei do silêncio!

Freud fez da mulher seu principal objeto de estudo, e como tal criou a Psicanálise com bases nos mistérios profundos, todos em grande parte pertencentes a natureza feminina – talvez por isso tanta rejeição a Freud?

Eh mulher a ti não há quem possa disfarçar o encanto e a inveja; o amor e o ódio; o sagrado e o profano!

Eis ao mesmo tempo a patrimônio psíquico de três mulheres no processo evolutivo da humanidade: Eva, Ísis e Maria.

Não é nenhuma coincidência, mulher, que as atividades imprescindíveis a vida, a alimentação, a medicina, a arte, a educação e segurança sejam todas oriundas da alma e intuição feminina!

Por tudo isso, e por muito mais, parabéns mulheres! E pelo amor de Deus e para  o bem de todos os homens, continuem mulheres!

Feliz todos os dias, mulheres!




Comentários

Postagens mais visitadas