Um diálogo filosófico entre o Ponte e a Trizidela, uma atualização do discurso de Sócrates


Por Gilvaldo Quinzeiro



Já não mais nos espantamos, com o trágico ou com o raro,  logo, estamos “vestidos” do nu que não nos incomoda e nem nos envergonha. Neste contexto, o derrotado é Sócrates, e os vitoriosos, os sofistas. Talvez por isso é que estamos tendo a  escassez de homens, e a  fartura de espantalhos!...

Ora, a  peleja  de Sócrates X os sofistas era em torno da “verdade”. Mas isso era num tempo em que  já era difícil encontrar “homens”.  E quanto aos de hoje não estamos despidos de tudo que é probo?  Como e com quem tratar a respeito da “verdade”?

Reflitam bem -  as mãos sob as quais está a cidade, incomodam se  esta anda tão “pelada”?

“Só sei que nada sei”!

Cá entre nós, pra quem deveria ser a dose de “cicuta” nos dias de hoje?




Comentários

Postagens mais visitadas