Ei seu pato, alguma direção?




Por Gilvaldo Quinzeiro


Quando ter asas, era dispor tão somente dos próprios pés, dormir deitado era não seguir em frente!  De sorte que, a mais longa das distâncias poderia nos custar, os próprios ossos, uma vez que, os pés ficavam pelos caminhos, porém, lentamente se chegava lá....

Hoje queremos rapidez em tudo. E conforme se aumenta a exigência para que tudo seja rápido, nos falta os pés no chão, pois, no alto já estamos, porém, sem “direção”.

A direção. Estamos voando alto e rápido, mas pra onde meu Deus?

Comentários

Postagens mais visitadas