Lembrem-se daquelas mulheres!



Por Gilvaldo Quinzeiro


Lembrem-se das Mulheres quebradeiras de coco que, em sua homenagem nunca lhes foram feitos, um cofo sequer, mesmo sendo esta  a região dos cocais! São estas Mulheres que mesmo em camas de palhas, fazem dos seus maridos, homens, caçadores e vaqueiros! Seus filhos, quase sempre em número de 10, são criados como pintos – sempre debaixo das suas asas, e nunca seus choros são por ausências, e sim por falta de comida!

Lembrem-se das Mulheres quebradeiras de coco cujo leite também serve para doenças dos olhos, e não obstante, seu passadio, seus seios são sempre fartos! São estas Mulheres que alimentam de esperança, o sertão quando seco; a casa, quando de alimento é escassa!

Mulheres, vós sois o arquétipo de toda e qualquer ideia de paraíso.  Contra vós se erguem céus e infernos, mas nem por isso, mulheres, deixeis de se serem mulheres!

Mulheres, sejam felizes   todos os santos dias!

Bom dia!


Comentários

Postagens mais visitadas