O ovo e a política: tudo como nos tempos dos dinossauros!

Por Gilvaldo Quinzeiro



Para o povo a política é uma espécie de “ovo goro”, isto é, tudo estragado; nada se aproveita. Mas de onde será que nascem tantos “galos”, todos brigando pelo mesmo terreiro?

Mas voltando ao “ovo goro”. Estes dias,  em Caxias, tantos urubus posando de pombas da paz. Alguns com o bico ainda sujo de beliscar a carne do povo maranhense. Outros, suando frio para amarrar seus bois na estaca.

De fato, a política nossa de cada dia tem sido assim: quanto mais urubus, carniça! E o povo, “a galinha dos ovos de ouro”. Talvez por isso, este  nunca  tenha  sido tanto depenado, como nos dias de hoje!

As eleições, em ano de Copa do Mundo parecem  coincidir também com o tão temido “alinhamento cósmico” , e o gigante ,  antes adormecido agora se contorce por sobre ovos. Alguns dos “antigos dinossauros”?
  
Oxente!  Que diabo está vindo por ai?


Comentários

Postagens mais visitadas