A sala de aula é o “acolá” no que a daqui ficou

Gilvaldo Quinzeiro



No mundo em que a “exteriodade” se sobrepõe a “interioridade”, ou seja, onde tudo só se ergue para fora, que discurso pedagógico ecoa para dentro da sala de aula, quando os de “dentro” estão “ligado” mundo a fora? Como “desligar” os alunos do mundo em que estes estão visceralmente conectados? Afinal, onde a sala de aula “fica”, quando “o tudo” que se presta atenção está virtualmente fora dela?

Afora isso, inclusão é o quê? Foram-se os tempos ou todos se foram?

Uma pedagogia para o início de um outro mundo, eis o que nos faz todos sem uma muleta sequer!...

Comentários

Postagens mais visitadas