O porém do tempo, e da prece apressada


Por Gilvaldo Quinzeiro






Uma das criações do homem que mais lhe provoca a sede de ir para o pote, ou para o  já mijado banheiro, não é a ‘boca da cabaça’ por incrível que pareça, mas o tempo.

O tempo é a boca de todas as correntes sem a qual, não teríamos pressa por nada.

Somos por isso mesmo, o escancaramento do tempo perdido, incluindo o da prece apressada por tantos e ingênuos pedidos!

A pressa e a prece . Eis  aqui  o reflexo das duas estranhas  faces  no espelho de agora.

Ora, meu senhor, o que todos nós estamos precisando não é  de fila curta para os apressados que vão para o céu, e sim, da ‘santa paciência’ para lidar com os nossos dias infernais!

Amém?

Comentários

Postagens mais visitadas