Um bom dia para se pensar um começo.

Gilvaldo Quinzeiro



“O humano mundo humano” é da ordem da qual a sua criação reivindique um “fim”. Este fim é promessa e punição. Assim foi desde os tempos de Noé aos de hoje do pastor Harold Camping. A novidade é: um dia estas profecias acabarão tendo também um fim. Quiçá, não seja o do mundo!...

Uma coisa é certa: com ou sem profecias somos sobreviventes. Não com o mesmo “gozo” dos que no dia de ontem, estavam convictos de serem arrebatados!...Mas, enfim, o “fim” não veio!...

O homem é o único bicho que acredita ser diferente dos demais, exatamente porque acredita. Eis aqui a morada da dúvida: do contrário, estaríamos todos desabrigados?

Comentários

Postagens mais visitadas