Dito das coisas que nos cegam, e das outras pelas quais morremos

Gilvaldo Quinzeiro



Em se tratando de identidades, identificações, e coisas similares, tudo é alteridade quando o consigo mesmo “é o lá fora”. O que então dizer desta época, onde tudo é a “exterioridade”?

Esta seria a época onde Sócrates não encontraria ninguém, posto que, “o consigo mesmo” a todos falta?

Uma coisa, porém, é certa: hoje em dia, aos nossos olhos, os de Sócrates seriam cegos, como os nossos para nós mesmos!...

Comentários

Postagens mais visitadas