O acolá agora é em todos os lugares

Gilvaldo Quinzeiro


Alinhavar os caminhos em tempo em que tudo se desmancha é tarefa de costurar com os olhos os rastros que rapidamente se apagam.

Tudo é tão como a língua que não há mais lugar que não seja poroso, isto é, não há mais lugar de pegadas, senão as de quem já foi comida!

Tudo é discurso para o pior dos lugares!

O melhor de tudo já passou? Ou o pior de tudo é sermos apenas comida estragada?

Comentários

Postagens mais visitadas