...Pois é meu primo!


 Por Gilvaldo Quinzeiro


Se os pilares da atual civilização se fincam em ‘bolhas’, como esperar que a mesma sobreviva ao seu próprio ‘bafo’? Nem as civilizações que esculpiram seus nomes, suas faces, suas leis e seus deuses em pedras, evitaram o seu desmoronamento!

Ora, paradoxalmente, nunca tivemos tudo nas mãos, mas por outro lado, nos falta aquilo que sobrava nos homens primevos, a paciência!  Talvez por isso, jamais poderemos abrir mão de uma coisa tão cara a atual civilização: o papel higiênico!

Não é o avião, e muito menos a internet.   A invenção que é mais apropriada   a nossa impaciência e a nossa pressa, é sem dúvida, o papel higiênico.

Simples, não?

Sabe primo, eu fico a pensar no seguinte. Por que tanta prece fervorosa por coisas que duram e valem tão pouco?

Ainda bem que Deus sabe o que faz!

Amém!







  

Comentários

Postagens mais visitadas