O desabrochar de uma rosa

Gilvaldo Quinzeiro





A beleza, como a das borboletas, só a interior. A nossa, só no âmbito da estética, nos prende a condição de “lagarta”.


As flores, esperarão o tempo de uma metamorfose?

Comentários

Postagens mais visitadas