Ai se eu te pego!

Gilvaldo Quinzeiro


Vivemos sob a égide do “ridículo”, e olhe que ridículo é pouco para adjetivar o que tornam as palavras obsoletas – o esfolamento da realidade!

Tudo hoje está tão esfolado que não se tem tido mais “parto” de nada, senão vômitos. Como assim? Ora, é isso mesmo que torna tudo retículo,  ou seja, estamos em plena safra do “nada”, pois,  tudo  “bomba” – que outra coisa é “sucesso”?

A pouco ouvi a fala de um ouvinte da rádio “Verdes Mares” (se referindo a atual safra musical) que dizia mais ou menos o seguinte: “se o mundo tivesse acabado a 30 anos atrás, certamente  não teríamos presenciados a ascensão de tanta porcaria ”!

Pois bem, nada mais ridículo do que perdermos a graça com tanta violência que dita suas leis em substituição as instituídas!  

Portanto, nada mais retículo do que tudo que nos faz “ser elegante” para as faces que nos dominam!

Comentários

Postagens mais visitadas