Quando se pensa que tudo é gozo, nos falta a distinção!


Gilvaldo Quinzeiro



Ai de nós na condição de “sapo”, pois, humanamente falando, “o gozo” já não se dá!... Ora, nos condicionar a que tudo enfim seja feito ao “apertar de uma tecla”, é ignorar os milhões de anos que a natureza,  inclusive a humana, tenha levado para “operar” seu próprio parto.

Em outras palavras, se já não somos mais humano nem no sentido do “gozo” que, dado a sua natureza é da ordem que rápido  nos escapa,  a dor que nos  é duradoura é  sentida por  quem?

Pensar que tudo se resume a “esta realidade” é se contentar demais com a nossa racionalidade suposta!..



                                                                                                                                          

Comentários

Postagens mais visitadas