Os coices da política local


Gilvaldo Quinzeiro



Não tenho dúvida de que a política de bastidores é tão “pantanosa” que não há quem nela não se atole, sobretudo, quando contexto é desfavorável a sua travessia. Ademais quem  é que quer “ o outro lado” na política?

Pois bem, Caxias vive este contexto pantanoso cuja travessia não está tão cedo  à vista. Claro quem tem gente “fuçando”, mas, no pântano se apoiar em capim seco é lama na certa!...

Ora, a grande discussão levantada foi: a do “vice  ideal” – ideal pra quem e pra quê? Este tema me fez pensar a época em  que o pior  jogador era exatamente “o dono da bola’, ou seja, era ele e mais dez – pronto e acabou!...

Vivemos sim, uma “falsa democracia”, onde as decisões são tomadas às escuras por quem tem o poder de impô-las, e que se dane quem se sentir prejudicado!...

Ao contrário do que se pensa,  os interesses de Caxias, enquanto uma cidade cuja memória histórica vem sendo apagada nos últimos tempos, não estão em pauta!... E olhe que estamos num ano eleitoral!!

Tudo aqui é febre – a febre pelo poder,  custe o que custar, e sabemos que custa tão caro que os quem têm chances reais são exatamente os que podem  gritar  – Eu, EU, EU!!

E os outros?

Psiu!!








Comentários

Postagens mais visitadas