Cara amiga, “cara” é aquela realidade que nos escapa!


Por Gilvaldo Quinzeiro


A realidade nos escapa! Em todas as épocas, o homem não foi capaz de abarca a realidade, tal como a agua na palma da sua mão. Isto é, aquilo que nos escapa forma o mar que nos afoga.

A questão a ser colocada é: que realidade nos escapa nos dias de hoje? Somos capazes de nos dar conta de quê? O que sabemos da realidade que nos afoga? E aquele “pingo” desta mesma realidade que acreditamos conhecer, é o suficiente para ainda assim, respirarmos?

Este texto foi em parte inspirado por uma mensagem enviada por uma amiga. Não é uma resposta, digo, mas uma fala Outra! Uma fala afogada ou abafada por si mesma!

Pois bem, as revoluções hoje em curso não se impõem por suas bandeiras, mas por aquelas bandeiras em que se ocultam. O dito aqui por si, não só torna a realidade complexa como perigosa!

O PT de agora, cara amiga, não é o PT das “bandeiras desfraldadas”, mas daquelas que nos são ocultadas. A propósito, não é desta realidade que eu quero falar, posto que, já somos seus fosseis – a realidade na qual ainda temos que ser as suas larvas – esta sim, eu tenho o maior interesse de, ao menos ser seu sobrevivente!

Que tipo de “água está transbordando na Ucrânia ou na Venezuela” que neste ano de muitas enchentes não possa afogar o Brasil?

Somos homens afogados ou espantalhos em pé?



  





Comentários

Postagens mais visitadas