Um símbolo para o natal

Gilvaldo Quinzeiro



Se de repente o mundo todo se transformar num só quintal, o vizinho cuja cerca for de talo, falará em “fim do mundo”, quando, a do outro for toda elétrica. Ou seja, “o fim” já chegou cedo demais, tarde é agirmos como cães na defesa do osso que nos escapole por entre os muros que de nada nos protegem!


Logo mais é Natal, e os presentes já nos agradam mais!... “Bom e bonito”, só os dos outros, barato é apenas uma gíria de uma tribo que não deu certo, depois que ficou caro demais dormir no chão. Ora, seria melhor um canto natalino, a ter que  ouvir nas lojas uma música só de enfeite, destas que falam só em “bundinha”. Bundinha aqui, é apenas eufemismo, as que se ver mesmo por ai são de presentes!...


Pois bem, quem ainda tem um quintal que faça deste um lugar para uma árvore. Esta sim, com ou sem frutas é um símbolo para além de todas as festas!

Comentários

Postagens mais visitadas