Quem enterrará quem?

Gilvaldo Quinzeiro



Sobreviver no mato sem cão: impossível!

O faro do cão se fez nosso, o osso antes só nosso, hoje é do cão.

Mas, antes quando o osso era disputado entre nós pela força que devorava os fracos, o cão éramos todos nós!

E nas tragédias, a orfandade dos cães significa o quê?

Comentários

Postagens mais visitadas