Cuba a caminho de Cuba!


Por Gilvaldo Quinzeiro

 

Neste contexto de primaveras curtas e invernos longos, o que pode uma ilha contra o mar?  

É possível a um povo ainda que vivendo de cócoras, não se ajoelhar?

 Salve todos os interlocutores que agiram para afrouxar os nós que, se apertados em outros, já estariam de língua pra fora!

É possível sim a um povo sobreviver ainda com escassos recursos,  sem as parafernálias que encharcam o mundo!

Salve Cuba a caminho de Cuba!

Comentários

Postagens mais visitadas