A Copa do Mundo e seus bichos: e ai primo, satisfeito?




Por Gilvaldo Quinzeiro




Enquanto a bola  rola solda pelos gramados do Brasil,  a bicharada discute por que o Fuleco, o tatu-bola foi escolhido para ser o mascote da Copa do Mundo 2014.
  
 O veado, diz, “não gostei desta escolha. Foi uma discriminação com a nossa classe”! O macaco-prego retruca: “poderia ser alguém mais engraçado”! A preguiça lá do alto da árvore argumenta: “Ora, com tanta demora em deixar as obras prontas, até eu me candidataria”!  

 E você ai de “Einstein”,  primo, sabe a diferença entre  o peba e o tatu?


Comentários

Postagens mais visitadas