DIA DOS NAMORADOS E DE JOGO!


Alô meu bem! Estou nas arquibancadas!...
Por Gilvaldo Quinzeiro




Meu amor, hoje, vamos estar divididos como os olhos do gato: “ um ôlho no peixe, e o outro  na frigideira”. Calma! Explico:  é que logo mais,  o nosso amor vai ser submetido a uma  prova de fogo -  é a estreia da nossa Seleção!

 Hoje? Sim, amor! No Dia dos Namorados!...

Ora, bolas! Estamos nos esquecendo do humor! Talvez por isso,  tanta  gente “de cara feia” esteja  cometendo  tantos crimes passionais!  Se você joga neste time,  prefiro não ser escalado! Tô fora!

Ah! O amor é como um jogo de futebol ( como a bola, melhor dizendo), isto é, se de repente o goleiro resolve  ficar com esta presa o tempo todo: fim de jogo!  Com o amor também é assim...

Em outras palavras, precisamos aprender que no amor não se joga sozinho.  E quando o lance se torna realmente  perigoso, melhor seria tudo dividir: a culpa, os erros e os acertos!

E começa o jogo! Mãos escorregadias. Pés entrelaçados. Corpos suados como no tango. Ou como no samba?

Brasil, terra de bunda querida. Brasil, berço de todo o gingado!

Venha amor! Faz o gol! O goleiro está amarrado!

Calma, meu bem é nervosismo de estreia!

Bom dia a todos, os (as) com e sem namorados (as)!
  
Bola pra frente!













Comentários

Postagens mais visitadas